Instagram
Rua Gironda, 167 - Jd. Paulista - São Paulo - SP
+55 (11) 3050-6581 / 3021-3870
lucyanna@lucyannakalluf.com.br
dúvidas: secretaria@lucyannakalluf.com.br
Cuidados importantes na alimentação do bebê no 1o aninho de vida
20/01/2015
 CUIDADOS IMPORTANTES NA ALIMENTAÇÃO DO BEBÊ NO 1º  ANINHO DE VIDA
 
 ATÉ O PRIMEIRO ANO DE VIDA DA CRIANÇA A MÃE DEVE TOMAR ALGUNS CUIDADOS ESPECIAIS COM A ALIMENTAÇÃO DO BEBÊ
A mãe deve amamentar exclusivamente até o 6 mês. Como o leite materno é completíssimo  não precisa mais nada até essa idade.  Na fase de introdução dos alimentos a dieta deve ser bem bolada em termos nutricionais ou seja a mãe deve ofertar para o bebê alimentos saudáveis.
Hoje preconizamos alimentos fontes de fitoquímicos na dieta do Bebê
 
Antocianidinas: beterraba,  suco de uva
Carotenóides : mamão ; abóbora
Licopeno: tomate , goiaba ( sem sementes peneirada)
Enxofre e sulforafano: brócolis, couve-flor
Clorofila: espinafre e couve
Orizanol: arroz
 
QUANTO AO OVO
 QUE ALIMENTOS PODEM SUBSTITUIR O OVO NA DIETA DA CRIANÇA
 
 Deve ser evitada pelo menos até o  10º  mês preferencialmente. O cuidado é que a clara é fonte de albumina e a vacina do sarampo que é aplicada à partir do 9º mês e  é inoculada na albumina. Se a criança apresentar alergia a essa proteína , vai produzir antígenos e a vacina não terá o seu pael de imunização. Outros alimentos protéicos como carne ( frango e carne vermelha ) ; feijão  e leite materno ou então leite formulados  hipoalergênicos  quando a mãe não amamentar mais.


O MEL  E OS AÇÚCARES
ALIMENTOS PODEM SUBSTITUIR O MEL NA DIETA DA CRIANÇA
 
O mel de vê ser consumido após depois do 1º ano de vida, por conta de uma bactéria chamada Clostridium botulinum que é  perigosa e pode causar o botulismo uma doença fatal. O problema está relacionado com as latas que possam estar  enferrujadas  onde o mel fica armazenado antes de ser comercializado em potes de vidro ou plásticos.
 
Durante a introdução dos alimentos não se faz necessária a adição de  edulcorantes (adoçantes) para os bebês. Os açúcares podem ser obtidos por exemplo através das frutas ( frutose)
Não se faz necessário a adição de açúcares , assim a criança não se acostuma com o sabor doce e isso diminui  a avidez pelo doce em outras fases da vida . Outra questão são as cáries
Existem alguns adoçantes das plantas ( STÉVIA) que podem ser utilizados em crianças que necessitam desse auxilio , como as diabéticas.
 
 
 QUANTO AOS ALIMENTOS ENLATADOS
Tudo que estiver em lata não é uma boa opção por conta do perigo do botulismo , essas carnes também não oferecem nenhum valor “ saudável” para o bebê. Além do excesso de gordura


REFRIGERANTES LIGHTS POSSUEM UM COMPONENTE "FENILALANINA" QUE PODE DESENCADEAR UMA DOENÇA CONHECIDA COMO FENILCETONURIA EM CRIANÇAS.


 
A fenilcetonúria  tem testes específicos feitos para essa doença que já é detectada na maternidade. É uma doença relacionada a uma alteração genética rara (herdada) que envolve o metabolismo de proteínas. Em geral, quando uma pessoa ingere comidas que contêm proteína, as enzimas quebram estas proteínas em aminoácidos, que são peças que irão formar as proteínas, importantes ao nosso corpo, participando do processo normal de crescimento. Uma pessoa com fenilcetonúria não tem a quantidade normal de uma enzima específica (fenilalanina hidroxilase hepática) para quebrar o aminoácido fenilalanina. Por isso, qualquer comida que contenha fenilalanina não pode ser digerida corretamente e ela se acumula no organismo, causando problemas no cérebro e em outros órgãos.
A única maneira de tratar a fenilcetonúria é evitar ingerir comidas que contenham fenilalanina. Os bebês deverão fazer uso de uma dieta especial que não contenha fenilalanina. A fenilalanina na maioria dos alimentos que contém proteína, assim aconselhada-se que pessoas com fenilcetonúria sigam uma dieta especial, evitando todas as comidas de alto teor em proteína como as carnes vermelhas, ovos, aves, peixe, leite e queijo, como também o aspartame, um adoçante artificial.Não se deve usar
 
 A FARINHA DE TRIGO
 
Porque o bebê muitas vezes não está preparado para receber a gliadina do glúten ( proteína do trigo)  ou seja pode desenvolve uma alergia a essa proteína. Normalmente os bebês tem imaturidade enzimática nessa fase e ainda não estão preparados para toda essa exposição. Melhor introduzir alimentos com glúten depois de 1 ano de idade ( mínimo). Usar farinha de arroz e fécula de batata são boas opções. Sempre utilizar como cereal o arroz.

LEITE DE VACA  E  A  APLV ( ALERGIA A PROTEÍNA DO LEITE DE VACA)
 
Cuidar com o leite de vaca e derivados há um índice grande de crianças alérgicas à proteína do leite de vaca . Normalmente o cuidado se dá logo depois do desmame que muitas vezes ocorre entre o 4º e o 6º mês. A mãe muitas vezes inicia antes dessa fase já complementando o leite materno as mamadeiras com leites artificias ( origem leite de vaca). O leite artificial não é igualzinho o da mãe e muitas vezes não é a melhor opção quando o bebê tiver esse tipo de alergia. Existem fórmulas hipoalergênicas e  de outras proteínas animais ( cabra, búfala) ou então vegetais como a de soja. Vale lembrar que muitos bebês alérgicos à proteína do leite de vaca também  podem apresentar alergia ao leite de soja.
 
Normalmente verifica-se que não tolera o leite de vaca apresenta sinias e sintomas característicos: diarréia;  constipação; refluxo; cólicas; assaduras ; dermatite; baixo ganho de peso

 UMA  ROTINA ALIMENTAR PARA BEBÊS DE ATÉ 1  ANO  CONSISTE EM :
 
  • Uma dieta variada rica em compostos bioativos ( já coloquei na resposta 1 )
  • Consistência de semi-sólido a sólido respeitando a capacidade mastigatória e a  aceitação
  • Ajuste do tamanho das porções conforme eles vão crescendo e de acordo com a capacidade gástrica e digestiva 
  • Na fase da introdução dos alimentos pode ocorrer  anemia ferropriva ( CUIDAR )
 Alimentos fontes de ferro:
carne magra, galinha caipira; feijão; lentilha;ervilha  açaí( depois de 1 ano); gema de ovo  ( depois de 9 meses pelo menos/ alimento alergênico)
Alimentos fontes de vitamina C: tem como função também  potencializar a absorção de ferro quando consumida simultaneamente com um alimento que contém ferro . Laranja; acerola; kiwi;morango ( orgânico/ sanitizado); tomate
Alimentos fontes de zinco: alimentos de origem animal peixinhos bem cozidos e galinha caipira e carnes magras e feijões
Alimentos fontes de cálcio: : leite ; feijão branco; grão de bico;couve; brócolis; espinafre
E ainda:
  • Cereais de arroz
  • Futas variadas
    • Legumes cozidos
    • Leite materno enquanto tiver pelo menos 2 x ao dia na alimentação complementar
    • Leites com proteínas mais hidrolisadas
    • Quinoa em flocos para preparar mingau junto com o leite formulado/ hidrolisado  ( de lata)
 




Obrigado por comentar!
Erro!
Rua Gironda, 167 - Jd. Paulista - São Paulo - SP
+55 (11) 3050-6581 / 3021-3870
lucyanna@lucyannakalluf.com.br